A IMPORTÂNCIA DE ACAMPAR

Texto por Jéssica Machado


Um passo a dentro da mata e suas percepções já aumentam, muitos sons e cheiros diferentes e ali você está - a prova de amanhã, a vergonha de ontem, o compromisso da semana que vem. Fica tudo fora da mata... uma trilha te traz para o aqui e o agora. Infelizmente não é difícil ver uma criança vivendo fora do hoje, com ansiedade, depressão, déficit de atenção e tantos outros diagnósticos. No Brasil, uma em cada seis pessoas de 10 a 17 anos sofre de transtornos psicológicos e o suicídio é a terceira maior causa de morte entre crianças e adolescentes.

O “uso da natureza” para prevenção e tratamento de doenças (sejam elas físicas ou psicológicas) está ganhando força. Várias pesquisas apontam os benefícios de permanecer em meio a natureza, nem que seja por uma hora: redução da pressão sanguínea, estresse, raiva, liberação de endorfina, melhora do humor e também da autoestima. Além disso, reduz o risco de desenvolvimento de doenças respiratórias, sedentarismo e obesidade.

Agora, se fica uma horinha em meio a natureza traz tantos benefícios, imagine o poder de acampar! A reconexão com sua essência, o quanto a criança passa a acreditar em si mesmo vendo que pode sobreviver em circunstâncias mais selvagens e, ao mesmo tempo que ganha autoestima, também ganha humildade - com seus próprios olhos passa a enxergar outras formas de vida, a beleza e a força de outros seres: uma mãe com seu filhote, uma árvore gigantesca, o fluxo da cachoeira. Nenhuma aula didática se compara ao aprendizado vivenciado e experienciado que temas como a noção de ecologia, sobrevivência e a importância da preservação sem ser necessário uma anotação, só a observação.

E se não bastasse todos esses benefícios, ainda temos algo de mais importante que ganha destaque nos dias de hoje - o fortalecimento de vínculos. A causa de muitos problemas psicológicos na infância está na carência e necessidade de atenção e tempo dos pais. A união e parceria que se desenvolve em um acampamento, o distanciamento das tecnologias e do trabalho, cria um tempo real e intenso de vivências onde a cooperação e a troca de experiências se faz presente. Montar barracas, fazer fogueira, observar a natureza, dormir juntos, é um ótimo momento para se aprofundar nos sentimentos e na personalidade do seu filho.

Esses momentos são as típicas lembranças que guardamos a sete chaves no fundo do peito, aquelas histórias que contamos com ânimo e alegria para os amigos na escola e, mais tarde, para seus filhos e netos. Lembranças que aquecem o coração. Então aqui fica um conselho...acampe! Todo mundo precisa de união e natureza, assim como a natureza também precisa da gente. Separe na sua agenda, um tempo de construção de lembranças para ser eternizadas. Viva a natureza e se torne parte dela.

7 visualizações