A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR

Texto por: Isabella Oliveira

Costumo dizer que os adultos brincam de brincar - já as crianças brincam de verdade. A brincadeira é a linguagem da criança, ou seja, é por ela que se estabelece uma relação entre o mundo interior e o mundo a sua volta. Além disso, é ela que desenvolve importantes habilidades. Em uma “simples” brincadeira de amarelinha, por exemplo, conseguimos desenvolver habilidades de equilíbrio, raciocínio e motricidade.

Quando pegam um pano qualquer e o transformam em uma capa de super-herói, ou em uma toalha de mesa para um lindo chá da tarde, ou até mesmo em algum objeto mágico estão desenvolvendo autonomia, imaginação e dessa maneira estabelecendo uma bonita relação entre o que ela é e o que pode ser e fazer.

As experiências de brincadeiras das crianças podem causar alegrias, medos, angustias, sendo uma ótima oportunidade para que ela se expresse e compreenda esses sentimentos que foram vividos de maneira significativa e lúdica!


Reconhecendo a importância de trabalharmos a brincadeira com as crianças, precisamos olhar para esse mundo de muita tecnologia, em que elas acabam ficando muito tempo paradas e sem interação social. Portanto, disponibilizar recursos para que a imaginação seja desenvolvida é fundamental, como caixotes, tecidos, tintas, papelões, entre outros.

Pensando em recursos, porque não pensar na natureza? As árvores podem se tornar incríveis paredes de escalada e algumas folhas de bananeira uma bela cabana. As folhas caídas no chão podem ser a comida e a terra se torna um incrível tapete de E.V.A.


Quando permitimos que os nossos filhos brinquem na natureza, permitimos que eles criem o vinculo mais puro que existe com ela e com a própria essência. Portanto, a nós adultos nos cabe deixar as crianças brincarem em paz e olhar para a nossa criança interna que também anseia por brincar.

12 visualizações