Cultura Popular Brasileira

Atualizado: Jun 1

Todo legado herdado do passado que influencia uma nação está

intrinsecamente ligado com sua cultura. No caso do nosso país, a cultura

brasileira é uma síntese de influências de vários povos e etnias que formam

uma cultura única não homogênea; aqui temos um misto vindo de culturas

indígenas, negras, europeias (culturas portuguesa, italiana, alemã...) e

culturas mestiças, de qualquer modo, o reconhecimento do plural é essencial.

Numa sociedade como a brasileira, profundamente marcada por múltiplas

hierarquias e desigualdades, a ideia de cultura – antes de tudo associada à

sofisticação e à educação formal (cultura burguesa), uma vez aproximada à

categoria “popular” produz uma estranha dissonância. Cultura popular

identifica, então, o cultivo dos elementos, significados e valores comuns ao

povo.

Toda e qualquer manifestação popular pode ser definida como

cultural (dança, música, festas, literatura, folclore, arte, etc.) em que o povo

produz e participa de forma ativa. O termo folklore por exemplo

significa folk (povo), lore (saber), traduzido como folclore.

Ao contrário da cultura de elite, a cultura popular surge das tradições e

costumes e é transmitida de geração para geração, principalmente, de forma

oral. Exemplos de manifestações da cultura popular: carnaval, danças e festas

folclóricas, literatura de cordel, provérbios, samba, frevo, capoeira, artesanato,

cantigas de roda, contos e fábulas, lendas urbanas, superstições. mas, a

cultura popular que definimos como cultura popular brasileira é oriunda dessas

misturas de costumes, hábitos adquiridos da formação das várias etnias que

habitam nosso país. Grande e boa parte da nossa cultura nasce da resistência

e miscigenação de alguns povos, principalmente indígenas e negros, onde para

continuar tendo sua identidade, foram sendo criados, o que hoje tornou-se

patrimônio cultural.

Valorizar nossa cultura e não deixar que ela se acabe, tomar posse dela e

continuar semeando é também uma forma de resistência. Aliás, é pura

resistência! Essa é nossa história, isso é Brasil.

Conforme vamos adquirindo consciência, entramos no caminho do auto

conhecimento como maneira primordial para viver bem e em paz consigo e

com o mundo. Parte essencial da busca pelo auto conhecimento é saber da

nossa história, nosso povo, lutas, conquistas e legados. Entender nosso povo,

antepassados, costumes, sua linhagem faz parte da questão “quem sou eu e

para que estou aqui”.

É de grande importância que tomemos conhecimento de quem somos e por

que somos. Tomar para si e passar adiante saberes tão nossos é parte do

exemplo que deixaram para nós e parte da responsabilidades que deixamos

para eles.


Luta, resistência, alegria, sabedoria, batuque, axé, natureza, união, roda. É

tudo nosso, é tudo seu.



145 visualizações